Organizar o seu dia a dia de acordo com todas as tarefas do cachorro é um dos primeiros passos para conseguir criar uma rotina saudável para o bichinho.

A prevenção de um problema sempre é uma alternativa melhor do que lidar com as consequências, principalmente quando falamos em saúde pet. Enquanto tutores, felizmente, contamos com cada vez mais opções para prevenção de diversos problemas de saúde.

 

Antes das 4 dicas, vamos flar sobre um tema que é sempre bom se manter consciente, a vacinação.

 

Vacinação em cães

 

Se tem dúvidas quanto à saúde pet e como funciona o calendário para a vacinação de cachorro, confira a idade certa e as doses recomendadas. Assim, você garante não só a vitalidade do seu  amigo peludo, como também o bem-estar de outros animais:

 

Nos Cães filhotes iniciamos a vacinação entre 6-8 semanas de idade e reaplicação a cada 2-4 semanas, até atingir 16 semanas ou mais. O cãozinho deve receber mais uma aplicação, garantindo que não tenha interferência de anticorpos maternos, entre 6 meses a 1 ano de vida.

 

No caso dos cães adultos sem histórico vacinal, eles deverão tomar: duas doses de múltipla com intervalo de 2-4 semanas, uma dose de gripe intranasal ou duas subcutâneas com intervalo de 2-4 semanas.

 

A vacina polivalente para cachorro pode ser encontrada com os nomes de V8, V10, V11 e V12. Todas combatem as doenças adenovirose, cinomose, hepatite infecciosa canina, leptospirose, parainfluenza canina e parvovirose. 

 

A diferença entre elas está na presença de outros sorovares para a bactéria leptospira, fazendo com que, por exemplo, a V12 tenha quatro agentes de lepitospira a mais que a V8. É importante destacar que a V12 não necessariamente é melhor que a V8. 

 

Vacinação em gatos

 

Já o calendário para vacinação de gatos não funciona da mesma maneira que o de cães. Portanto, confira a idade certa e as doses necessárias para proteger a saúde pet do amigo peludo.

 

Em gatos filhotes iniciamos a vacinação entre 6-8 semanas de idade e reaplicação a cada 2-4 semanas, até atingir 16 semanas ou mais. O filhote deve receber mais uma aplicação, garantindo que não tenha interferência de anticorpos maternos, entre 6 meses a 1 ano de vida. Já a vacina contra a raiva deve ser aplicada a partir da 12ª semana de vida do pet e reaplicada anualmente.

 

A vacina polivalente para felinos é conhecida como tríplice, ou V3, e previne o animal da panleucopenia, calicivirose e rinotraqueíte. Há, também, a vacina quádrupla (ou V4), que inclui a clamidiose, e a quíntupla (ou V5), que inclui a leucemia felina.

 

Gatos filhotes maiores de 16 semanas e menores de 6 meses, deverão receber 2 doses de vacina múltipla com intervalo de 2-4 semanas. O gatinho deverá receber mais uma aplicação, garantindo que não haja interferência de anticorpos maternos, entre 6 meses a 1 ano de vida.

 

Sempre é bom relembrar as vacinas importantes para seu Pet, né?  Mas agora vamos às dicas que separamos para manter seu Pet saudável durante todo o ano.

 

1. Organize a rotina do seu cachorro

 

Você sabia que organizar a rotina do dog pode ser fundamental para mantê-lo saudável?

 

Por exemplo: se você acostumar o seu cachorro a comer sempre no mesmo horário, ele vai conseguir desenvolver hábitos alimentares mais saudáveis. E assim como criar uma rotina de alimentação para o pet é importante, também é necessário atentar-se aos horários de sono do animal, separar momentos para banho e realizar passeios matinais com o cachorro.

  1. Alimentação ideal

 

Há diferenças nutricionais que variam de acordo com a idade, o peso, o porte e o tamanho do animal. Oferecer uma alimentação saudpavel para seu Pet, composta por alimentos e ingredientes 100% naturais, é mais eficaz para suprir as necessidades nutricionais específicas dele.

3. Leve o Pet ao veterinário regularmente

 

Para manter o cachorro realmente saudável durante o ano inteiro não tem como se esquecer das idas regulares ao veterinário. Além de oferecer uma alimentação ideal para o seu pet, escolher, por exemplo, um plano alimentar de acordo com a fase de vida dele é uma parte super importante dos cuidados com o bichinho. Por isso, leve o seu melhor amigo a um profissional adequado pelo menos uma vez a cada 6 meses ou se a saúde dele estiver em dia, uma vez ao ano para um check-up total.

4. Não se esqueça das brincadeiras

 

Alguns brinquedos caseiros para cachorro feitos com garrafas pet, blusas usadas e camisas antigas podem ser a alternativa perfeita para distrair o animal nos momentos em que você não puder dar atenção para o bichinho.

 

Mas, sempre que sobrar tempo, tente reservar uma parte do dia para se divertir com o seu melhor amigo. Isso definitivamente ajudará a mantê-lo saudável durante o ano todo!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *