Hoje vamos falar de um dos assuntos mais procurados pelos tutores. Seu Pet come muito rápido? Ele já engasgou durante a refeição por esse motivo? Se você respondeu “Sim!” para essas duas perguntas, esse artigo é para você.

 

Se seu pet come muito rápido, nesse caso, é bom ficar atento e adotar algumas medidas para auxiliar na desaceleração das refeições. O hábito, em todos os Pets, prejudica a digestão do seu amigo de quatro patas, podendo provocar gases e uma série de desconfortos. 

 

Além disso, é comum o cão ou o gato ficar sujeito a engasgos, que podem colocar em risco a sua vida e a sua saúde. 

 

Quando vemos um cachorro se alimentando muito rápido é comum pensar que ele está com fome, mesmo que passar muito tempo sem comer não seja um dos motivos de levar o pet a comer com mais rapidez. 

 

Mas outros fatores como ansiedade e a presença de outros animais no mesmo ambiente também pode fazer com que um pet acabe engolindo a comida mais rapidamente que o normal.

 

Fique atento! Caso seu pet fique apático, com o abdomen inchado e não consiga vomitar após se alimentar, vá imediatamente ao veterinário mais próximo, pois pode ter ocorrido uma torção gástrica e que precisa de atendimento imediato. 

 

O que o hábito pode causar?

 

Quando seu pet ingere a comida de forma muita rápida ele também acaba engolindo ar e isso pode gerar arrotos e flatos (o famoso pumzinho dos pets). Comer muito rápido também pode ocasionar engasgos, vômitos, má digestão, torção gástrica e até asfixia por não mastigar o alimento corretamente. 

 

Antes de adotar qualquer medida existem algumas perguntinhas que você deve se preocupar, como:

1- Quantas vezes meu cão é alimentado no dia?

2- A alimentação que estou oferecendo supre todas as necessidades nutricionais dele?
3- O grão da ração ou dos alimentos naturais estão no tamanho ideal para meu pet?
4- Meu pet é possessivo com a comida?
5- As necessidades básicas de atividades físicas ou sociais estão sendo supridas?

 

A ida ao veterinário é a primeira atitude a se tomar nesses casos, pois lá será realizado uma série de exames e avaliações para conferir se não existe a possibilidade de alguma infecção por parasita e também para conferir se a quantidade de alimentação está sendo oferecida corretamente.

 

Faz mal deixar o Pet comer muito rápido?

 

Ao comer mais rápido o cãozinho engole ar e esse ar acaba se acumulando no sistema digestivo, provocando gases. E se engana quem acha que o cheirinho desagradável é o pior que pode acontecer, muitas vezes esses gases ficam presos no intestino causando dores abdominais desconfortáveis.

 

Em casos mais graves, o desconforto é tanto que o pet pode apresentar apatia e perda de apetite. O maior risco são os engasgos, quando o alimento vai para um lugar errado, obstruindo total ou parcial das vias aéreas, o que pode dificultar ou mesmo impedir a respiração do pet, pode ocasionar o óbito do animalzinho.

 

O que fazer para o meu pet comer mais devagar?

 

A seguir, a Fresh4Pet separou algumas dicas para que a preocupação com a alimentação do seu amiguinho não faça parte da sua rotina. 

 

Crie uma rotina!

Especificamente no caso da comida, uma rotina pode ajudar a diminuir o ritmo das refeições. Fracionar o alimento em pequenas partes por dia e ter um horário para cada uma delas auxilia na hora de comer e também na enrolação diante da comida. 

 

Aposte em brinquedos interativos! (Enriquecimento ambiental!)

Utilize brinquedos interativos nos quais você consiga colocar a comida dentro. Isso dá ao pet um pouco de trabalho para comer e se manter ocupado enquanto come, assim ele vai tornar a refeição mais lenta.

 

Crie uma rotina!

Especificamente no caso da comida, uma rotina pode ajudar a diminuir o ritmo das refeições. Fracionar o alimento em pequenas partes por dia e ter um horário para cada uma delas auxilia na hora de comer e também na enrolação diante da comida. 

 

Comedouros lentos (Enriquecimento ambiental!)

Existem diferentes tipos de comedouros lentos para dificultar que seu pet coma rápido. O enriquecimento ambiental é altamente benéfico para os pets, e esses tipos de comedouros que possuem obstáculos dentro reduzem a velocidade na hora da refeição. 

 

Escolha um local calmo e tranquilo!

Escolha um horário para as refeições em que seu pet possa comer com calma sem ser interrompido. O local deve ser igualmente sossegado para evitar que o cão se sinta ameaçado e ou que tenha distrações. 

 

Gostou das dicas?